Soneto á Smareis

Soneto á Smareis

Tua alma de beleza celestial
Fulgura em cores no jardim em flor...
Acompanhada da hoste angelical
A cobrir-te com o mais puro amor;

Teus olhos guardam brilhos do cristal
A pulsar no teu peito sonhador...
Menina mulher, doce e divinal...
Flor de luz perfumando o meu redor;

Nos véus do luar deitas lindamente
Para receber beijos docemente
Das estrelas que zelam o teu ser;
                 
Encontre nos teus sonhos um querer...
Uma palavra apenas que te fez
Sorrir divinamente Smareis;

03-12- 2013 Soneto à Smareis
Autor: Samuel Balbinot


Manuscrito do Soneto que recebi do Samuel Balbinot.
Para conhecer o blog do poeta, acesse o link: Lapidando Versos.
                                                                  Obrigada poeta!
                                                                         Smareis